segunda-feira, 3 de maio de 2010

tenho escrito muito:
dói horrores
me dizer assim
acho que ando me
sentindo meio perseguida
não que as borboletas amarelas
apareçam realmente
mas todo mundo fala nelas
ando me sentindo
meio senso comum
e por que não?
dói horrores
céu azul
o de hoje
mas nuvens na noite
andava meio chorosa
mas um choro bom
ando carregando a cruz
da eternidade no peito
dói horrores
este
céu-azul-do-dia-com-nuvens-à-noite
acho que a paranoia
se torna grandiosa
dimensões épicas
dói horrores
ando pensando no que
fazer com isso

to-tal-men-te de-sor-ga-ni-za-da
interna e externamente

Nenhum comentário: