sábado, 1 de maio de 2010

Faz um favor?
Não destrói os meus
ídolos - 
bem sei que
brinquei de ser
iconoclasta,
mas me fere.
Pra que me dizer verdades
se eu prezo tanto
o  meu mundo de fantasmas?
Pra que me jogar
neste absurdo de real
em que eu tantas vezes logrei entrar?
Me fere.
Viveste numa época que é toda minha
e eu não estava lá.
tenho ciúmes de te encontrar
onde jamais estive.
Tenho ciúmes...
não me firas.
Choro sozinha e
sem sentido na
madrugada alheia.

Nenhum comentário: