terça-feira, 13 de abril de 2010

Revoltadinha, como sempre...

Não bateu na porta: entrou ventando, prepotente, com anúncios e  programinhas superficiais, superfícies ocas,
oco, oco, oco!
Ai, a telecomunicação! Tão expansiva, tão invasiva! Janelas, janelinhas, portas, campainhas, companhias para quê? Se há a novela das 8, das 24 horas! Não me incomodem! Hoje é o último capítulo! Eu não vivo depois do Jornal Nacional! Eu queria tanto que a minha vida fosse um reality show! Show de Thruman? Não! É demais para minha cabecinha! Gosto daqueles em que podemos votar pela Internet! Ai, o que seria de mim  sem o modem, o orkut, o msn e o escambau? Ai, que vida intensa! São dezoito janelinhas piscando ao
mesmo tempo! Ai, como sou feliz, tenho vida social e não preciso nem sair de casa! Quantas dádivas! Clico, clico, clico e não leio naaadaaaa, só deixo recadinhos!
Mente aberta, mente aberta,
toc, toc, toc,
sou a mídia, bom dia, brasil! Vou levando a sua intimidade vou chutando qualquer rastro de opinião! Seja você mesmo! Compre batom, margarina, rivotril, gardenal, cervejinha, cervejinha que vem com mulherzinha de brinde, compre saúde, inteligência, elegância: compre um câncer intelectual!
O mocinho e o bandido, as mulheres todas grávidas no final! Ai, a vida é tão emocionante na tv! Siga o seu ídolo no Twitter, siga! Descubra a que horas ele acorda, come, anda, caga, descubra se ele é ou não real! Mande correntes por e-mail, ganhe mais e mais amigos no face, seja natural, anti-social!
Só um pouquinho, vou ficar ausente no msn, pra ver mais uma edição extraordinária de um programa especial. Entrei no Terra, conheci uma pessoa bem legal, namoramos há mais de três anos, vamos nos conhecer no dia do juízo final! No programa do SBT, apareceremos no Jornal, vai ser uma Beleza! Vamos ganhar produtos do patrocinador, uma reforma na casa e no carro e seremos felizes até o próximo chat mortal!
Oco, oco, oco!
Aço, aço, aço!
Posso, posso, posso!
Passo, passo, passo!
Isso! Isso! Isso!
Poço, poço, poço!

Para quê pensar se a tv já pensou em tudo por nós?
Trabalho dobrado.

12 comentários:

kegles disse...

Showwwwwwww.. depois desse texto muito bom só lendo Karl Marx para refletir sobre muita coisa :P

Ricardo Kersting disse...

Oi Janaina

Estou de volta e vivo, aliás disso eu nunca tive dúvida..rs.
Mas continuo devorando teus escritos, tuas críticas e essa lucidez indomável...O começo deste texto me lembrou uma amiga. Ela era assim, entrava voando na minha casa independente da hora. Mas não falas de uma pessoa né? Ou será que já é uma pessoa essa que nos acompanha e domina nos fazendo clicar dia e noite?
Beijão guria!!

inesquecivel disse...

A Cada dia mais madura, lúcida... eta lindo!Lindo! mil vezes lindo! Teus escritos é: reflexão, paixão pela vida, pelo humano! te adoro! adoro TUDO que escreves, tu é de+++++ bjs!

Tear de Sentidos disse...

Esta é a minha Janinha!!!!! Pensamento rápido, esvoaçante, cambaleante!!!!!
Muitos bjs, queriiiida!
Tê!

RaH disse...

Maaaaaaaaaaravilhoso!
Caraaaamba!
Bacana demais!
Você descreveu perfeitamente nossa atual sociedade.
Deeemais.
beijOs!

Janaina Brum disse...

Ai, gente, que bom que vocês gostaram! Ando fazendo umas experiências textuais, mudando de ares um pouco... Que bom que teve receptividade!

Beijoo

Profano disse...

Bem sucedida experiência de mudança de forma, com um tema (ou uma inquietação) um tanto quanto caro para mim.

Diames disse...

Muito bom Jana!!!!
A mídia está nos enlouquecendo ou somos nós mesmos?
Twiter, Orkut, Facebook, Messenger, Skipe...Não estamos comunicando muito e fazendo pouco?
Vou pensar sobre isso quando acabar a novela das oito ... pois enquanto eu olho, com certeza, não penso!

Bjsssss

Manifesto Interno disse...

genial...
visceral...
Fazia tempo que não lia um texto tão bom e tão dentro da nossa realidade atual!

Bjks.~

Janaina Brum disse...

Marx??? KKKKK
Tô podendo!

Ricardo, antes fosse uma pessoa a quem eu pudesse negar abrigo... é muito mais do que isso... é o que nos invade, nos constitui, desculpem os termos, mas "uma bela bosta"!

Inês, Inês, Inês! Saudade, saudade, saudade!

Teresocaaaaaaaaaaaaaaaa, brigada, minha moreca, "mentora intelectual"!!!!

Rah, obrigada! Faltaram as referências bibliográficas!!!! Hihihihihi

Profano, tinha pensado mesmo em ti quando escrevi o texto! Acho que és uma das referências bibliográficas! Beijocas

Janaina Brum disse...

Agora, permitam-me, para o meu maninho, espirituoso como nunca, eu vou ter que responder em uma comentário único e exclusivo!
Di, acho que estamos comunicando muito, mas comunicando nada, tudo oco... acho que estamos fazendo muito e nada... muita coisa e pouca reflexão...
Beijo, te amo, tchau! Depois da novela te chamo no msn pra gente comentar o BBB!!! Hehehehehehehehehe
(Que honra ter o meu maninho tão pouco internáutico aqui!)

Janaina Brum disse...

Seja bem-vindo, "Manifesto"!