sexta-feira, 9 de abril de 2010

Borboletas amarelas e "insanidade"

Gente! Depois vocês dizem que sou maluca por causa das borboletas amarelas! Bom... que seja! Gosto de ser maluca! Mas, o importante, além de o Banco Real dar dez dias no cheque especial, é que não sou a única que gosta das borboletinhas amarelas. A atriz, diretora, escritora e etc. Grace Gianoukas, do Terça Insana (Amanhã em Pelotas! Ebaa!), também fala nelas. Vejam o trecho de sua entrevista com o jornalista Álvaro Machado:

Você recomeçou a escrever enquanto estava lá?
Grace: Não, eu não escrevia mais, mas fui tendo insights. Me lembro perfeitamente da hora em que entendi porque isso tinha me acontecido. Eu estava na janela do quarto do HC, com vista de puro concreto, e de repente na minha tinha frente comecei a perceber uma minicopazinha de verde, uma réstia de copa de árvore. Foi quando entendi que aquilo era uma zerada para eu começar de novo, apareceu até uma borboletinha amarela. E depois mais duas, três, quatro. Só isso, simples assim... Eu lia coisas muito bacanas, a biografia de Maria Callas me marcou muito.

Íntegra da entrevista que, aliás, vale a pena:
http://p.php.uol.com.br/tropico/html/textos/3166,2.shl

A atriz e diretora também tem um blog que eu recomendo:
http://tobemridicula.blogspot.com/

Para finalizar um post deste tipo, que não costumo fazer, um vídeo da, talvez, mais famosa personagem de Grace Gianoukas, Aline Dorel:

Um comentário: