quinta-feira, 4 de junho de 2009


Pelo pouco espaço
que resta,
faço um poema
sem intenção
de dizer,
embora alguns
tenham a esperança
de que um dia
ele -
luz no fim do túnel,
negação do óbvio,
afirmação do sobrenatural -
dirá.

4 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Na esperança a possibilidade do vir a ser.
Cadinho RoCo

Zisco disse...

"negação do óbvio,
afirmação do sobrenatural "
Acho quea poesia é isso mesmo, ainda qe não pareça .

A Palavra Mágica disse...

Janaina,

Para pessoas como você, fazer um poema não é questão de intenção ou esperança. É uma necessidade.
Afinal, és poeta.

Beijos!
Alcides

Janaina Brum disse...

Olá, pessoas! Obrigada pelos comentários! Abraços, Jana