sábado, 16 de maio de 2009




E eu me imagino

numa turma de bicho-grilo

nos anos 70

uma tormenta

Saudosismo não é comigo

Invento proibições imaginárias -

inimágináveis -

Criatividade, sim

não uma bola de neve

Descreve todas as lutas

de um passado que não é

meu

leitura agradável

a despertar tragédias e

amenizá-las.

Quem lembraria?

Não me pertence

4 comentários:

Zisco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zisco disse...

Oi guria,

lembranças de um tempo que não foi nosso são comuns às pessoas como nós, eu tb me vejo em mundos que nunca me pertenceram.

Quanto aos livros desencana, mesmo pq os livros que gostamos de ler estão fora de nós, aqueles que temos dentro devem ser apreciados pelos demais, mas Morte e Vida Severina ninguém merece, kkkkkkkkk!!!!!!!


Bjs!

Flavio Ferrari disse...

Poema mosáico .... prosáico.
Gostei.

A Palavra Mágica disse...

Janaina,

"Tudo no futuro, nada no passado
Espalhando o que está morto
Pro que é vivo crescer"

"Eu vou virar a própria mesa
Quero uivar numa nova alcatéia"

Gosto de músicas antigas, mas sentimentos saudosistas também não é comigo.

Beijos!
Alcides