sábado, 21 de março de 2009


A onda vem e me arrebata
agora pode me levar
já cumpri horários
já fui moça inteligente
superei expectativas

Quero me perder neste azul tão grande
sou menininha, quero colo
não ter preocupações, regularidades
definições

Sou dengosa, quero carinho de estranhos
luais no Laranjal e na minha lagoa
Rock'n'roll dos bravos
tua guitarra ne acaricia

O vento passa nos cabelos
e leva turbilhão
quero tanto a onda
e ela não vem

10 comentários:

En El Palacio De La Risa Y El Dolor disse...

muy bonito tu blog ;)

Janaina Brum disse...

Gracias, bienvenido a mi espacio! Besos

Anne M. Moor disse...

Abre as asas e voa a deliciar-te com a vida...

Lindo poema!

Janaina Brum disse...

Anne, obrigada! Suas palavras são sempre maravilhas!

Zisco disse...

Só me faça um favor, nem pense nas infinitas highways daquela loira afetada chamada Humberto Gesinger, aquilo não é rock'n'roll, kkkkkkkk!!!!!!!!!!!

A Palavra Mágica disse...

"Luais no Laranjal e na minha lagoa
Rock'in roll dos bravos"

Pra que mais que isso?

Beijos!
Alcides

Flavio Ferrari disse...

Bem ... tecnicamente eu sou um estranho ...

Janaina Brum disse...

Não fala assim do Gessinger, Zisco, eu gosto!!! Oras...

Janaina Brum disse...

Alcides. não precisamais que isso mesmo!

Janaina Brum disse...

FF, bem dizes: TECNICAMENTE!