segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009


Poema-tentativa
Poema-álibi
Poema-descrição
Poema-discrição
Poema sujo que joga
Comigo
Que joga contigo
Que brinca com ele
Que briga com ela
Poema constitutivo de todo ser
Que guia a procura
De uma linguagem
Única
Com perfeita imperfeição
Com jogos de palavras, chistes,
Asas e sexos confundidos
Poema-gesto
Poema-folha
Poema-poça
Poema-junco
Poema

5 comentários:

Zisco disse...

Poema lindo moça,

adoro tudo que vc escreve, estou super feliz por vc ter aceito o meu convite, vc tem privilégios de administradora por lá bjs!

teresinha brandão disse...

Jana, tu estás voltada realmente para a "metapoesia"...!!!
Bj! Tê!

Esterança disse...

Olá Janaína,

belo poema,
gosto da sua escrita e jogo de cores,

parabéns pelo espaço!

Ester,

B. 7 disse...

Muito jóia!
Me agrada esse jogo confuso!
visitarei mais...
beijo^^

éden-san disse...

obrigado pela visita ao outro éden, janaina!

admiro quem consegue escrever por versos. isso sim é profundo, por natureza.

beijos!