domingo, 15 de fevereiro de 2009

Para comemorar o fim do nosso romance botamos Abbey Road na
vitrola e dançamos até que o sol vingasse.
“A viagem torna-se não apenas recomendável mas urgentíssima”.

As palavras têm cabelos enroscados. As palavras
tem princesas e bastardos. As palavras tem cera e
visgo. As palavras bocas e ouvidos. As bocas das
palavras tem hálitos bravios. As palavras
navegam. As velas pandas nas noites verticais.
As sereias a descoberto.


Ana Cristina Cesar (In: Antigos e Soltos)

Um comentário:

Emiliana Carvalho disse...

Quanta força há nestas palavras! Muito bom!

"As bocas das palavras têm hálitos bravios."
(Ana Cristina Cesar)

Parabéns pela sensibilidade e quero agradecer tua visita. Obrigada!