domingo, 15 de fevereiro de 2009

NADA, ESTA ESPUMA
Por afrontamento do desejo
insisto na maldade de escrever
mas não sei se a deusa sobe à superfície
ou apenas me castiga com seus uivos.
Da amurada deste barco
quero tanto os seios da sereia.


Ana Cristina Cesar (In: A Teus Pés)

Nenhum comentário: