quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Este poeminha foi inspirado por um post da Ester, como não tem título, coloco o link aqui!
http://esteranca.blogspot.com/search?updated-max=2009-02-05T13%3A40%3A00-02%3A00&max-results=8
Obs.: O poema da Ester é maravilhoso, o meu não está tocando os "pés"...

Ando pelas vidraças
passo pelo teu chão
entro pelas frestas
me esgueiro pelas estrelas
me nutro dos teus poemas
e
em frases curtas
pontuações imprecisas
fragmentos
imprimo minhas descontinuidades

16 comentários:

Flavio Ferrari disse...

A beleza de viver está em poder ser descontínuo ...

Janaina Brum disse...

E, no entanto, ser total pela própria força do que é infinito...

Zisco disse...

Não vou concordar com vc minha amiga, o poema da Esther é lindo, e o teu é tão lindo quanto, eu A-D-O-R-E-I, sinto muito ter que contraria-la.

Reminiscências de Vinicius De Moraes:

SONETO DA FIDELIDADE

Vinícius de Morais

De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Franklin Maciel disse...

Oi Janaina, vim aqui passear novamente pela sua deliciosa poesia,
Belo poema, são nos intervalos q a vida se sublima. bjs

€ster disse...

Queria Janaína!

Seu poema é singular! Não podemos compará-los, pois os dois tem belezas diferentes, escritos e vividos por pessoas diferentes e com emoções diferentes,
fico feliz que tenha gostado do meu poema, eu gostei muito do seu também.

beijos!

Flavio Ferrari disse...

Olá Janaina,
Tks pela visita ao Arguta.
Aproveito para te dar uma rápida explicação sobre o Vestiário Masculino, meu outro blog de onde "resgatei" aquela postagem "machista" que você comentou.
O "Vestiário" é um espaço onde vários personagens caricatos "explicam" o pensamento masculino, com cinismo e humor.
Cada um deles tem um traço e uma atitude característica. A postagem "A Terra há de comer" é do personagem Luiz, um comedor.
Além dele, já apareceram por lá o Ricardo (romantico), o Brunão (troglodita, grosseirão), o Carlos (advogado, racional) e o Gaúcho (machão regional, meio inseguro).
A proposta, além do humor, é realmente desvendar um pouco da "lógica" masculina para as meninas.
Você é muito bem vinda.
Ainda mais agora que descobri que não sofre de libido reprimida ... (rs)
Beijo.

Janaina Brum disse...

Amigos, obrigada pelas palavras, adoro vê-los por aqui!!!

Ester, aquele poema é lindo... que bom ter a oportunidade de te ler!

Zisco, obrigada pelas sempre tão carinhosas palavras!! A resposta com Vinícius foi bárbara!

Franklin, meu querido, que bom te ver por aqui! Viu a proposta de meme que te enviei?

Flávio, ontem dei uma olhada no "Vestuário Masculino", é espirituoso, com certeza, mas muito machista! Para uma feminista como eu, é insuportável ler aquelas coisas!!! MAs o texto que comentei meio que subverte e tem humor!!!!!

Flavio Ferrari disse...

Um viva para as diferenças !
Mas se não gostou, fique lá no Arguta mesmo, que é a minha "casa" virtual.
E espere pelo novo blog "Picantes Prazeres", com lançamento previsto para o início de março ...

teresinha brandão disse...

Gente! Este debate está pegando fogo! Até eu vou conferir!
Fui, bjs, Janinha! Bjs, "amigos"!
Tê!

Anne M. Moor disse...

A vida é uma sequência de 'descontinuidades' que nos levam pelos meandros de nós mesmas...

Beijão

manzas disse...

Derramo pelas mãos escritas em palavras
Sentimentos de pensamentos desfiados…
Dispo a alma em poesias desvendadas
Expondo-as sem temer trilhos apagados

Passei para agradecer a visita e comentário…

Um resto de uma boa semana…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Janaina Brum disse...

Flávio, não me entenda mal... o estilo é ótimo! Tu, não sei se há outras pessoas escrevendo no Vestuário, escreves muito bem, é divertido, é que sou uma feminista ranzinza mesmo, meu irmão acha que é paranóia!!
MAs o estilo é bárbaro, com certeza, como no Arguta!!!
Bjs

Janaina Brum disse...

Anne:

E é lá que nos perdemos tão belas e serenas
tão turvas e cadenas

Janaina Brum disse...

Tê, será que vai ficar igual????
Aaaaahhhhh, me "erra"! Hehe

Janaina Brum disse...

Obrigada, Manzas, pela visita! Seja bem vindo a esse cantinho!

Flavio Ferrari disse...

Eu não escrevo no vestiário ... só meus heterônimos ...