domingo, 22 de fevereiro de 2009

Esta impressão foi um comentário no blog do meu amigo virtual, o poeta Zisco, http://zisco-zisco.blogspot.com , na postagem "Olhos de ver"

Te vejo com olhos de poesia
maresia
mar eterno
te vejo e te olho
sem saber o teu rosto
sem saber a tua história
sabendo, no entanto,
os olhos da tua alma.

7 comentários:

Zisco disse...

A amiga mais generosa do mundo é uma tal de Jana Brum, por onde passa deixa seus rastros, deixa sua graça.

Me sinto honrado por ter esta amiga tão sensível e generosa, uma honra indescitível, não consigo nem achar palavras para agradecer.

Beijos de sincero agradecimento.

Anne M. Moor disse...

Muito lindo o que escreveste Janaína... Os olhos são as janelas da alma.

Beijão e obrigada pela tua visita.

teresinha brandão disse...

Nossa, Zisco, não sobrou nada para mim?! Eh, Eh!!!!
Adorei o poema! Parabéns, Zisco!
Lindo, Janinha!Tem que "mostrar" mesmo!!!
Bj! Tê!

Zisco disse...

Tê ,

fique à vontade para se servir, obrigado pelas tuas palavras, adoro ver teus comentários por aí, mas vc é um tanto inacessível.

Gostaria de saber mais a teu respeito, bjs!

Janaina Brum disse...

Zisco, carinho não se agradece!
Tenho essa mania de ver os escritos alheios e ter que escrever algo baseado neles!!!!
Um beijo no coração!

Janaina Brum disse...

Tê!!!! Deste o ar da tua graça! Andas sumida, meu amor, estou com saudades!!!
Zisco, a Tê não é nada inacessível e é uma pessoa nota mil! Agradeço a Deus todos os dias por tê-la conhecido!
Bjinhos a vcs!

Janaina Brum disse...

Obrigada, Anne, adorei o teu espaço! Voltarei por lá! Bjs