domingo, 9 de março de 2008


Antes da revolta,

Eu era turbilhão

Na ante-sala

Aguardando o teu sussurro,

A tua calma.

Eu era mancha

Na alvura das paredes,

Atendendo a algum chamado

Daquele que montou guarda,

Exaltou sentidos insípidos,

Coloriu mentiras

Plenas de vontade,

A tua verdade

Incontornável.


Antes da revolta,

O mundo estava a meu alcance,

Palavras na ponta dos dedos.

Eu era a sombra dos teus discursos

Nos palanques diversos

Que procuravas em cada platéia

Apática.


Eu dizia

Que o risco era teu...

E é.

Eu só não sabia

Que era

meu também.


Incontornável.


Jana

3 comentários:

Fran... disse...

essa guria é muito talentosa!!!

Carminha disse...

Janaína
Concordo com o comentário anterior que reconhece em ti um grande talento.
Teu blog é maravilhoso!!
Obrigada por teres feito parte da história de nossa escola (I.E. de E. Espírito Santo)
Um grande beijo.
Carminha

technology disse...

gucci vintage
gucci online
gucci fashion
gucci uk
gucci bags