sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Considerações Finais


Era aquilo tudo:

Acordavas no meio da noite

Com ímpetos de paixões,

Pegavas a minha mão e dizias:

"Acorda, guriazinha,

Está na hora de viver".


E eu, toda boba, fazia onda,

Deitava no teu braço,

Reclamava o sono,

Zombava do teu amor,

Amando mais ainda.


Pela manhã,

"Acalma, benzinho",

Eu dizia, "de repente a noite vem

Antes da hora",

E eu cuidava de nós,

Mesmo fazendo cara de brava,

Eu era toda olhos,

Mão e boca.

Eu era toda ouvidos

Naquele domingo.


Depois,

Era uma tarde maravilhosa,

Era a nossa tarde,

E eu pedia pausas

Para poder escrever aquela coisa toda,

Eu não queria esquecer.

E não poderia.


Hoje, é isso:

Essa ruptura, essa coisa,

Este ser que, desde pouco,

Me surpreende,

Incapaz de ser eu,

De vir a mim,

De saber que a vida não acaba aqui.


Eu não poderia mais ser eu.


Janaina Brum

Um comentário:

jacker disse...

I think I come to the right place, because for a long time do not see such a good thing the!
jordan shoes