segunda-feira, 12 de março de 2007


Abandono-me à solidão:
Vago desejo de ser água.
Triste sombra
Ao final do dia.

Despeço-me da tua lembrança:
Tênue desejo de poder ser tua.
Clara chama que te remonta.
Silêncio...

Monólogo que me comove:
Amor que se atenua.

Janaina Brum

Nenhum comentário: